24 novembro 2014

Seja Água !

Zen
Não sei a quem podemos atribuir tal frase, mas creio que sua essência tenha origem Budista ou Espírita. Pra mim, um dos maiores paradigmas, sem dúvida. Não poderia deixar de tentar examina-la e compor um texto pra deixar no histórico.

A principio, tal pensamento pode nos sugerir uma divisão entre os furiosos e os calmos, mas também uma divisão entre o fértil(água) e o infértil(seco). Ao mesmo tempo, uma evolução a qual precisamos percorrer, onde o último estágio seria manter o equilíbrio e a tranquilidade de quem ocupa a maior parte da sua disposição no empenho da promoção do que encanta a si mesmo e ao mundo a sua volta e não ao que é agressivo ao outros. Entretanto, fiquei preocupado com possíveis interpretações. Imagina se alguém se encanta com a maldade e o sofrimento! 

Num mundo em que somos muito mais determinados por fatores externos que internos e, se nesse mundo , aumenta cada vez mais os motivos para reclamarmos do que ele vem se tornando, expor o que realmente nos encanta pode ser visto como ato de coragem e subversão. Mas tome "encantar" no sentido de passar uma tranquilidade harmoniosa e confortável, bela e aveludada, clara e colorida, engraçada e sorridente, forte e justa, às vezes trabalhosa e árdua, mas resultando em simplicidade acessível.

Podemos sim, dividir o mundo entre pessoas que disseminam o que as encantam (muito mais relacionadas a paz) e pessoas que atacam o que as desagradam(muito mais relacionadas ao guerra)Sobretudo, estas ações ocorrem, por vezes, com qualquer pessoa, apesar de que deveriam ter suas frequências, respectivamente, aumentadas e diminuídas, de acordo com o amadurecimento espiritual de cada indivíduo.  Sobretudo, creio que, a intensidade, a dosagem de cada ação poderia demostrar se tal ação resulta em algo positivo ou negativo. Em regra, um mal não se combate com outro mal. E quem pensa ao contrário talvez precise de duas vezes mais amor das pessoas.

Seja água , disse Bruce Lee sabiamente. A água pode tomar qualquer forma e sabor. Somos por natureza seres aptos a adaptação, no entanto, atingir o equilíbrio vai além de sabermos o momento de agirmos com leveza ou dureza. O verdadeiro equilíbrio creio eu, é a capacidade de agirmos com a mansidão e a humildade que acompanham os justos em quais quer das situações. "Bem aventurados os mansos, porque herdarão a terra" "Bem aventurados os mansos e humildes de coração, pois deles é o reino dos céus" 

Seja Água!