15 julho 2015

Gordura Trans Sonora II - Como Se Forma O Gosto Musical ?


A falta de democracia nos meios de comunicação, a falta de investimento na educação do público para o consumo, a preguiça e a ganância dos músicos e produtores por dinheiro rápido . Estes podem ser entendidos como os principais problemas que afetam a musica popular hoje.

A princípio, qualquer som com um pouco de ritmo e melodia vai agradar ao cérebro humano. O cérebro humano, por natureza, busca por padrões o tempo todo. Sequências sonoras, rítmicas e melódicas chamam a atenção instintivamente. Embora não seja o único determinante pra se dizer: -eu gosto dessa música!

Vários fatores podem levar alguém a gostar de uma determinada música: influência de um belo Filme, uma paixão, uma mensagem a qual se identifica, o som bem colocado de um bom instrumentista, um bom arranjo, o visual dos músicos, necessidade de pertencer a um grupo... Sobretudo, creio que dependerá muito do momento e das circunstâncias em que se ouve determinada música. 

Uma canção bem produzida irá conquistar o público, nem que seja por pouco tempo. Tal produção inclui uma boa qualidade da gravação, o potencial do interprete, entre outras coisas. Uma canção simples, mas de coração, tocará as pessoas. Mas nenhum meio é mais eficiente pra se fazer gostar de uma música do que a repetição e a insistente propaganda na grande mídia empresarial. Ainda mais se for de uma em uma hora, como muitas emissoras jabazistas fazem. Uma boa canção, porém sem divulgação e sem QI (Quem Indique), pode vagar anos sem se tornar conhecida do grande publico, mas uma não tão boa, porém, bem divulgada, logo consegue.

Arisco em dizer que, indiscutivelmente e como muitos já se posicionavam, o gosto particular de cada pessoa é que vai determinar se uma canção é boa ou ruim. É basicamente uma sensação particular mesmo. Em outras palavras: cada individuo gosta daquilo que satisfaz seu próprio intelecto e espírito. Mas aí vem uma pergunta: como se forma o intelecto? Como se forma um espirito? Ou, para ser mais específico: como se forma o gosto musical?

Se o individuo teve pouco contato com assuntos como filosofia, existencialismo, sociologia, história, poesia, literatura... provavelmente não iria se identificar com canções que agreguem estes assuntos.

Inicialmente, não há problema algum no gosto musical de cada individuo. O problema pode estar antes,  de que maneira esse gosto foi formado. Podemos formar por influências, por curiosidade, por estudo... ou ir aceitando qualquer coisa que vendem e empurram pra nós sem nos preocuparmos tanto com esta questão. Ou seja: neste último caso, o gosto musical de algumas pessoas é formado por terceiros.


Contudo, existe, aparentemente, uma relação entre um maior grau de maturidade e intelectualidade,  com o gosto por músicas com maior grau de  serenidade e  erudição. 

Fazendo uma analogia entre música e comida podemos ilustrar a relação das pessoas com a música. Hoje temos bem mais informação sobre as propriedades dos alimentos que consumimos, sabemos muito mais sobre o que é saudável ou não. E, assim como na música, cada pessoa tem bastante liberdade para se alimentar da forma que achar melhor, com aquilo que pode, com aquilo que aprendeu se alimentar, com aquilo que é mais fácil e rápido, com aquilo que é mais barato, com aquilo que acredita satisfazer seu organismo ou apenas seu paladar e, principalmente, com a quilo que está ao seu alcance.

O problema é que, na música, acredito, somos muito mais conduzidos a se alimentar com o que há de fast food musical. A mídia vê algo muito lucrativo nisso. E a música passa a ser vista muito mais como simples produto de entretenimento e nem tanto como importante alimento pra alma.
Publicações Relacionadas:
Gordura Trans Sonora - Primeira Parte
Música:  Minha Renda - Plebe Rude

De Onde Vem O Gosto Musical - Por Blog Café Com Ócio