19 setembro 2016

Ser Forte Pra Suportar Sofrimetos vs Lutar Pela Felicidade

Há quem seja feroz como um lobo pra atacar o que não lhe agrada. Mas não é valente o suficiente pra lutar pela felicidade e agarrar os prazeres da vida. Não tem domínio sobre seu "lobo" interior.

Você gasta seus esforços procurando ser resistente aos sofrimentos, ou gasta seus esforços buscando ser feliz?

Bom, há quem dê uma de durona na vida; costuma suportar e passar por sofrimentos perenes confundindo-os com sacrifícios temporários.

Com frequência, abre mão da oportunidade de ser feliz; não se importa em ver as oportunidades passarem, sempre pensando que haverá outras; e entrega-se ao medo que a faz desistir da batalha por si mesmo. Opta pelo que lhe parece mais fácil: permanecer resistente e, as vezes, imóvel aos solavancos, quando poderia lutar para assumir o controle e a direção de sua vida. Engana-se por pensar estar realizando um grande ato de bravura - como quem quer demonstrar firmeza e força o tempo todo, enquanto vê os fracos por felicidade - sorrindo e contentes - terem o hábito de usufruírem das boas coisas da vida.

Neste sentido, acaba esforçando-se em aprender a sofrer e acostumar-se com coisas ruins e tristes. Pois, por incrível que pareca, a tristeza também vicia; estudos mostram isso. Conexões são reforçadas no cérebro toda vez que mergulhamos naqueles mesmo sentimentos. Como se houvesse um grande campo com vegetação a meia altura com várias possibilidade de direções a serem escolhidas para atravessar; mas seguir aquele caminho já trilhado passa a ser automático. E, por retornarem, diante de cada nova situação, àquela mesma linha negativa de pensamento, acaba ajudando a atrair os mesmos resultados negativos já esperados por si próprio. E nada muda para esta pessoa.

E assim não consegue ser durona para experimentar coisas novas. Esquece de ser durona e esforçar-se em ser valente, também,  pra aproveitar a vida e ser feliz com mais frequência.

Pessoas assim, muitas vezes, evitam festas, evitam presentear-se, evitam passeios. Praticam com facilidade qualquer ato de servidão; são ótimos serviçais; adoram trabalhar para os outros a fim de se sentirem úteis - especialmente em árduos serviços braçais - mas não aprendem o simples prazer de uma dança ou de descer uma ladeira de bicicleta, por exemplo, ou conhecer a praia. Às vezes nascem com dons especias; uma linda voz, por exemplo - e aprendem a tocar um instrumento musical em alto nível, mas não têm coragem de cantar em público.

São capazes de ler grosso s livros cheios de mensagens sobre o que o ser humano deve evitar, mas não sublinham uma linha sequer sobre o que o ser humano deve fazer para aproveitar a vida hoje, antes que o tempo se acabe.

Vários  fatores podem contribuir para tal comportamento. Caberia aos especialistas diagnosticarem o problema adequadamente e indicarem um possível tratamento. Tal problema deve girar em torno de uma baixa auto-estima que surge involuntariamente; embora uma sociedade adoentada, líquida e consumista - que valoriza a competição no sentido de vencer o próximo; uma vida de TER ao invés de SER; uma sociedade que condiciona as pessoas a viverem num teatro social que muitas vezes inclui aspectos religiosos rígidos, padrões de belezas e comportamentos idealizados, ou mesmo a falta de uma simples educação sexual - contribui muito para diversos males psicológicos e sentimentos de inferioridade, inclusive a frigidez.
 
Continue esforçando-se
 
Livro
O Lobo Da Estepe
(Hermann Hesse)

Música
Born To Be Wild
(Steppenwolf)

Filme
Easy Rider/Sem Destino

Publicações Relacionadas

- Você É Contra O Mal Ou A Favor Do Bem





Próximas Publicações


.Dificuldade Do Artista Amador
.Educação Em Foco
.Lado Obscuro Da Humildade
.Refutando A Necessidade De Silêncio
.Top 10 Músicas Brasileiras De Todos Os Tempos
.Analisando Políticas Sobre Critérios De: Metodo/Obejtivo, Ideal/Paliativo, Custo/Benefício
.Correio Elegante Aos Inimigos Do Estado
.O Que É bom Senso ?
.Livro Virtual Da Sua Própria Vida

Não necessariamente nesta ordem